OMRA - Ordem Mística Rosa Amarela

A OMRA (Ordem Mística Rosa Amarela) é uma Instituição Mística Espiritualista Oriental que faz parte da Ordem Astral do Divino Mestre Shidha e que é dirigida pelo Venerável Mestre Lyn Fu nosso Mentor. Ela é fundamentada em bases filosóficos e espirituais do essenismo, budismo, cristianismo e judaísmo como fonte preparatória de vivência nos três aspectos da vida: material, mental ou psíquico e espiritual para o entendimento da Lei da Evolução.

O seu objetivo principal é mediar o Ser Humano ao encontro do seu estado de PHATAE = PAZ, HARMONIA, TRANQUILIDADE, AMOR E EQUILÍBRIO, que é a síntese de tudo que qualquer ser pode desejar de bom e de belo para si. A verdadeira AUTORREALIZAÇÃO.

O Divino Mestre Shidha:

O Divino Mestre SHIDHA, mentor espiritual da OMRA e de outrar irmandades Místicas Espiritualistas e Budistas, encarnou pela última vez na Índia, na cidade de Madras, em 25 de outubro de 565 a.C.

Contemporâneo de BUDDHA (563 a483 a.C.) tornou-se discípulo direto deste, e ainda jovem abandonou o Bramanismo e imigrou para o Tibet, para as montanhas do Himalaia, onde envergou o Manto Amarelo. Além das várias atividades que exercia, escolheu também servir fazendo faxina nas celas dos lamas, a fim de melhor assimilar a humildade de DEUS. Praticou os ensinamentos de SIDARTA GAUTAMA e entoou o Mantra OM MANI PAD ME HUM, através do qual atingiu a Iluminação.

Sua missão na Terra encerrou-se quando desencarnou aos 84 anos de idade, em 05 de novembro de 481 a.C., já livre da roda das encarnações.

Em sua encarnação anterior, viveu no Egito como guardião das pirâmides de Gizé, local onde conheceu faraós, os sacerdotes de Ísis, Osíris, Hórus e Magos diversos. Além disso, assimilou conhecimentos a respeito da preservação de corpos humanos e de animais, através da técnica de mumificação.

SHIDHA, que atualmente, atingiu o Nirvana, lugar onde habitam os Divinos Mestres, é um Ser Iniciado da Falange Branca Universal, um dos Senhores do Carma, chegando a esse grau através do seu incomensurável amor e dedicação à humanidade.

Está vivendo na Sétima Lei do Astral Superior. Sua grande vibração o impede de descer aos planos terrestres, mas ele se faz sentir por outros espíritos do Alto Astral.

Seu nome, composto de duas sílabas, tendo cada uma três letras significa:

SHI – O símbolo de SHIVA, o Deus da transformação das coisas e dos seres, um dos deuses da Trimurti indiana e mantra do mesmo deus para a transformação do mal, imperfeito e impuro para o bem, a perfeição e a pureza.

DHA – O símbolo de SHIDHA, o mesmo que o caminho perfeito em busca da Sétima Lei, a Perfeição Única, a Verdade Eterna.

Assim, pois SHIDHA, é Aquele que pela transformação sempre constante e consciente deseja alcançar Deus pela Perfeição própria alcançada através da Lei Máter, a Lei da Evolução.

É o mentor espiritual de todas as organizações espiritualistas obedientes à sua Ordem Astral (IEVE – Irmandade Espiritualista Verdade Eterna, Ordem da Coroa, CEU – Ordem Fraternal Cruzeiro do Sul, OFS – Ordem Fraternal de Shidha, Templo Espiritualista Oriental Hammada II e muitos outros) e um Mestre respeitado e venerado do budismo tibetano.